Ex-drogado



Tive a oportunidade de presenciar um rapaz no ônibus pedindo doações para uma clinica de recuperação para drogados.
Admito que ajudei.
Ajudei, pois admiro a coragem dele.
Eu não teria coragem de me expor às 7 da manhã em um ônibus cheio, pedindo doações e ainda contando sobre meu passado obscuro.
Teria vergonha. Vergonha de reconhecer meu erro. Vergonha dos olhares (ou de ser ignorada por seus olhos), vergonha dos julgamentos, afinal, ex-drogado pode ter recaída.
Admiro a coragem dele e oro pra que ele se mantenha firme na recuperação e que através do seu testemunho outros sejam alcançados.
Você pode ajudar também, sempre tem uma instituição pedindo donativos, e fiquei com o contato deles, se tiver interesse me mande um e-mail.

Fazer o bem, sem olhar a quem soa muito bem!
Advertisements