Padrão de santidade

Um porco pode se comparar a outros porcos e se achar limpo.
Mas se comparado com um ser humano ele precisa de muita ajuda.
Assim somos nós, se comparados a D-us, o trabalho é muito longo.
Comparados a Deus, nós, humanos, temos a mesma necessidade.
O padrão de santidade não pode ser encontrado entre os porcos cochos da terra, mas no trono celestial.
O próprio Deus é o padrão.

Trecho do livro: Ele escolheu os cravos – Max Lucado.
Advertisements

Um pai que gosta de presentear.

Você já pensou alguma vez por que Deus se dedica tanto?

Nossa existência poderia ser medíocre.

Ele poderia ter deixado o mundo sem forma e cinza;

Nós nunca saberíamos a diferença. Mas não foi isso que Ele fez.

Ele jogou a cor laranja no nascer do sol e pintou o céu de azul.

E se você gosta de ver o vôo dos gansos poderá observar isto também.

Teve Ele de fazer a bela cauda do esquilo?

Foi Ele obrigado a fazer o canto dos pássaros?

E a forma engraçada como as galinhas ciscam ou a majestade do trovão
quando emite seu som?

Por que dar cheiro à flor? Por que dar sabor aos alimentos?

Seria porque Ele adora ver este olhar em seu rosto?

Se nós damos presentes para demonstrar nosso amor, quanto mais Ele? Se nós — salpicados de excentricidade e cobiça gostamos de dar presentes, quanto mais Deus, nosso puro e perfeito Deus, gosta de nos presentear. Jesus disse:

“Se, vós, pois, sendo maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?” (Mt7.11)

Fonte: Ele escolheu os cravos – Max Lucado

Filhos adotivos


Deus já havia resolvido que nos tornaria seus filhos, por meio de Jesus Cristo, pois este era o seu prazer e a sua vontade.  Efésio 1:5


Filhos adotados são escolhidos.


É diferente de uma gravidez planejada ou não.


Quando eu nasci, meus pais não tiveram a escolha de me levar ou não para casa.


Mas quando se trata de adoção a escolha existe sim!


Olha-se a cor dos cabelos, olhos, dentes, humor… Porém não se pode olhar o futuro daquela criança, se será boa ou uma má!


Deus escolheu nos adotar antes da criação do mundo, e mesmo sabendo de toda nossa vida (desde o nascimento até o caixão) e ainda assim nos escolheu.


Definitivamente há algo em nós que Ele ama. Não apenas aprecia ou aprova, mas AMA.


Quando nos olha, o Seu coração bate mais rápido.


E além de nos amar nos aceita.

Livro Graça -Max Lucado.

Amazing Grace – Maravilhosa Graça

Descrevendo um pouco da graça:

Estar em um avião precisando de um médico e descobrir que todos os passageiros são médicos.
*
*
*

Heather  estava no avião com seu pai doente. Ambos eram médicos, mas naquele momento seu pai estava desacordado e ela, a mais de 24 horas sem dormir.

Seu pai estava muito doente e precisavam precisava chegar aos EUA o mais rápido possível.

Hearther foi até o banheiro a tempo de vomitar a água que acabara de beber.

Sentou-se no chão em posição fetal, chorou e OROU:

– Preciso de ajuda.

Ela não se lembra de quanto tempo orou, mas foi o bastante pra um passageiro preocupado bater a porta.

Havia 4 homens parados. Um deles perguntou se ela estava bem.

Ela então lhe contou sua história, e pra sua surpresa, ele explicou que ele e seus amigos e todos os passageiros do voo eram médicos.

Ela pediu seu auxilio e oração.

Eles deram os dois.

Cuidaram de seu pai pra que ela pudesse descansar…

** isso é GRAÇA.

Trecho do livro Graça – Max Lucado

Max Lucado – Nas garras da graça

Max Lucado.

“Pode alguma coisa me impedir de amar você?”, Deus pergunta. “Observe que falo sua língua, durmo em sua terra e sinto suas dores. Contemple o Criador da visão e do som quando ele espirra, tosse e assoa o nariz.

Quer saber se eu entendo como você se sente? Olhe dentro dos olhos vibrantes do menino de Nazaré; é Deus indo à escola. Pense na criança à mesa de Maria; é Deus derramando o leite no chão.

“Quer saber até quando meu amor vai durar? Encontre a resposta numa cruz lascada, no alto de um monte íngreme. É a mim que você vê lá em cima, o seu Criador, o seu Deus, transpassado por pregos e sangrando, coberto de cuspe e encharcado do pecado. É o seu pecado que estou sentindo. É a sua morte que estou morrendo. É a sua ressurreição que estou vivendo. É esse o tamanho do meu amor por você.”

Nas garras da graça