Um lindo Pôr do Sol

Estava sentada apreciando o pôr do sol.
As cores se misturavam lhe deixando sem ar, quando seu telefone tocou.
Estendeu a mão e com pouca vontade se fez ouvinte.
Do outro lado a pessoa estava agitada e com a voz entrecortada anunciou que a sua mãe havia falecido.
Perdeu o chão. Perdeu os sentidos.
Fazia uma semana que não ligava para sua mãe, mas pelo que sabia, a saúde dela não estava tão ruim.
Pouco importava aquelas cores que mais parecia uma peça sendo pregada à ela.
A imagem de sua mãe com seus braços sempre estendidos não saia da sua mente.
E aqueles pássaros cantando… queria que se calassem.
Aquele aroma das flores que antes lhe alegravam a alma agora tinham cheiro de morte.
Do outro lado uma voz o trouxe de volta a realidade.
A pessoa dava instruções sobre as providencias que deviam ser tomadas, mas ao dizer o nome da sua mãe ela teve um sobressalto.
Aquele não era o nome da sua mãe.
Ao dizer o numero do seu telefone a pessoa do outro lado pediu desculpas.
Havia discado o numero errado.
Que bela peça lhe foi pregada.
Respirou fundo e voltou para o seu belo pôr do sol.
Como tudo estava perfeito e lindo naquele dia.
Advertisements