Meninas de 5 anos são obrigadas a se casar… que ABSURDO!

Acabo de ler esse artigo em um site e não consegui conter o choro, a dor a revolta.
Hajjah é uma província montanhosa que fica no Iêmen,
país árabe que faz fronteira com a Arábia Saudita.
 National Geographic Magazine foi até lá para registrar o
tenebroso mundo das meninas interrompidas,
que se tornam noivas e são obrigadas a casar com homens mais velhos. 
 O pavor se abate sobre essas crianças indefesas:
o costume do casamento infantil transcende países, religiões e castas.
A primeira foto mostra Tahani (vestida de rosa).
Ela lembra o que sentia quando tinha 6 anos e seu noivo de 25 aparecia.
Tahani diz que “odiava ver o noivo”; toda vez que ele chegava, ela se escondia.
Na mesma foto, sua colega da escola Ghada,
também uma noiva infantil, posando perto de suas casas nas montanhas em Hajjah
A outra foto mostra Asia, uma mãe adolescente de 14 anos,
dando banho em sua filhinha em casa, também em Hajjah,
enquanto sua outra filha, de 2 anos, brinca sozinha ao lado.
Asia ainda sangra do último parto.
Mas não tem acesso a informações sobre como cuidar de si mesma.
Muito depois da meia-noite, Rajani cinco anos de idade,
é despertada do sono e realizado por seu tio para o casamento.
O casamento infantil é ilegal na Índia,
por isso muitas vezes são realizadas cerimônias nas primeiras horas da manhã. 
Torna-seum segredo de toda a aldeia mantém, explicou um agricultor.

Embora o casamento precoce é a norma na sua aldeia nepalesapequeno,
lamentos de 16 anos de idade Surita em

protesto comoela sai de casa de sua família,
protegido por um guarda-chuvatradicional do casamento e
transportados em um carro para a aldeia de seu novo marido.

Policial Kandahar Malalai Kakar prisões um homem que 
esfaqueou repetidamente sua esposa, 15, por desobedecer a ele.
“Nada“, disse o prefeito, quando perguntado o que aconteceria com o marido. 
“Os homens são reis aqui. Kakar foi morto pelos talibãs.

No Iêmen, no Afeganistão e em outros países onde as meninas casam muito cedo, 
“os maridos podem ser jovens ou viúvos de meia idade ou sequestradores, 
que primeiro estupram e depois reivindicam suas vítimas como esposas, 
como é a prática em algumas regiões da Etiópia”. 
Alguns desses casamentos, relata Horney, 
não passam de transações comerciais. 
Pode ser “uma dívida saldada em troca de uma noiva de oito anos de idade; 
uma disputa familiar resolvida com a entrega de uma prima virgem de 12 anos”.
Infelizmente, nós não temos ideia do que acontece com essas meninas em comunidades remotas, nem em países árabes e muçulmanos, nem em nosso país, o Brasil. Volta e meia publicam-se matérias sobre prostituição infantil no Brasil. As pessoas olham ou leem escandalizadas. 
Mas o governo nada faz de verdade.

fonte:noivas crianças,national

Dia do Orgulho NERD

Quando eu estudava, ser nerd NÃO ERA NADA BOM.

Eles zombavam de você, te deixavam fora das atividades, eram sempre os últimos a serem escolhidos pra qualquer coisa.
Mas os tempo mudaram.
Não foram os Nerd que mudaram, mas a Sociedade.

Prova disso é que desde 2006 é comemorado o dia do Orgulho Nerd.
 A data escolhida foi 25 de maio em referência à estreia do primeiro filme da série Guerra nas Estrelas, em 1977, um dos ícones do movimento. 

“Nerd é uma identidade subcultural que os jovens escolhem em uma prateleira onde também estão os hippies, punks e skatistas”.

“O nerd não mudou. Ele continua sendo aquele cara completamente ligado e entendido sobre certos assuntos, como tecnologia e quadrinhos.
O que mudou foi a cultural atual, que valoriza isso. 
Os nerds querem ser nerds e as pessoas querem ter nerds por perto”,
É notável o quanto os nerds permanecem os mesmos”

É bom lembrar que em geral o NErd é um cara de sucesso:
**Bill Gates,Mark Zuckerberg( criador do Facebook).

Isso me lembra um video que vi esses dias.
Dá uma olhada na letra e escolha seu futuro.
Se não houver mais chance pra você pense nos seus filhos!

Banda Seminovos:

O nerd de hoje é o cara lindo de amanhã
O nerd de hoje é o bom marido de amanhã
Garota, escolha já seu nerd!
Enquanto o bonitão está pegando você
O nerd está criando um software no PC
Enquanto o sarado malha na academia
O nerd está lendo as notícias do dia
Enquanto o bonitão tá na balada te chifrando
O nerd com certeza está em casa estudando
O curso superior do gostosão tá no início
E o nerd ganha em dólar no Vale do Silício

O nerd tem conserto, é só você ensinar
O penteado certo e a melhor roupa pra se usar
O saradão de hoje é o gordo de amanhã…
Parou de tomar bomba? Vai ter que usar sutiã!
O gostosão ainda sai no carro do pai
E o nerd é a atração de um workshop em Dubai
O gostosão te esquece quando vê um carro esporte
E o nerd está lá dentro com uma mulher de sorte

Imagine o nerd sem cabelo ensebado
Sem espinhas e sem colarinho abotoado
Sem o cinto social junto com tênis branco
Imagine o nerd com cinco milhões no banco!
Parabéns Nerd!

Hoje é seu dia!

Conhecendo os instrumentos musicais – Bateria

Olá musikeiros!
Estamos iniciando uma série de postagens
que irá apresentar a você cada um dos instrumentos musicais.
Começaremos pela BATERIA.

Você sabe o que é uma BATERIA?
É claro que a resposta é unânime, todos conhecem uma bateria.

Mas queremos que você conheça a fundo a bateria: suas partes, suas funções, como é feita…

Espero que gostem!



1-PRATO DE CONDUÇÃO;
2- SURDO;
3-TOM-TOM;
4-BUMBO;
5-CAIXA;
6-CHIMBAU;

A bateria é um instrumento musical composto por: tambores com diversos tamanhos e timbres e por pratos; essas peças podem ser percutidas com o auxilio de um par de baquetas, vassourinhas ou até mesmo com as próprias mãos.
No começo dos anos 1900, as bandas e orquestras tinha de 2 a 3 percussionistas.
Enquanto um tocava o bumbo, outro tocava a caixa e outros tocava blocos que faziam os efeitos sonoros.
Com a desenvolvimento do PEDAL em 1910 por  William F. Ludwig foi possível que uma mesma pessoa executasse todas essas funções ao mesmo tempo.
O primeiro modelo foi feito de madeira e logo depois, com o aumento da procura, passou a desenvolver junto com Robert Danly, o modelo do pedal em aço que foi vendido para milhares de bateristas e serviu de base para criação dos modelos mais avançados que temos hoje.
Outra invenção aparentemente simples que possibilitou o surgimento da bateria foi a estante para caixa, que antes os bateristas usavam cadeiras para apóia-las ou dependurava nos ombros com uso de correias.
O  peso de uma bateria varia de 40 a 70 kg.
Não existe um padrão exato sobre como deve ser montado o conjunto dos elementos de uma bateria, sendo que, o estilo musical é por muitos indicado como uma das maiores influências perante o baterista no que respeita à disposição dos elementos, sendo que, a preferência pessoal do músico ou as suas condições financeiras ou logísticas;
Uma bateria é composta por:
*Um surdo (designado também por tímbalo de chão ou timbalão de chão em Portugal).
*Um chimbau (par de pratos de choque em Portugal, ou hi-hat, em inglês), acionados por meio de um pedal;
*Um prato de condução (também conhecido pela designação em inglês ride ou swish), apoiado num suporte geralmente em forma detripé;
*Um ou mais pratos de ataque (os três tipos mais usados, com a designação em inglês: crash, splash e china), apoiados em suportes idênticos aos do prato de condução, colocados ao lado dos outros elementos.
A adição de tom-tons, vários pratos, pandeirolas, gongos, blocos de madeira, canecasalmofadas (pads) eletrônicas devidamente ligadas asamplers, ou qualquer outro acessório de percussão (ou não) podem também fazer parte de algumas baterias, de forma a serem produzidos diversos sons que se encontrem mais de acordo com o gosto pessoal dos músicos.
**Construção de uma bateria**

De uma forma geral, os tambores das baterias são construídas em madeiras selecionadas, podendo também encontrar-se elementos construídos à base de plásticosmetais e/ou outras ligas.
Diversos fabricantes têm efetuado diversas experiências de forma a obter os melhores sons a partir da madeira, tendo concluído que o mogno, a bétula e o plátano produzem as madeiras mais aceitas para a construção destes instrumentos. Já em relação às tarolas (caixas), as ligas metálicas baseadas em açolatão ou cobre são as preferências dos modelos de entrada de gama, embora os modelos fabricados em madeira de bétula e plátano tenham melhor aceitação nos modelos de topo de gama.
No Brasil, apesar de um certo atraso em relação aos produtos americanos e europeus, desde a década de 60 há indícios da fabricação de baterias pré-montáveis.
Originalmente usava-se o Cedro como material para a produção de cascos e casualmente o Pau-marfim. Hoje a indústria brasileira já inova neste conceito utilizando madeiras certificadas como a Bapeva que é uma madeira com o dobro de densidade do Maple americano (o mais utilizado para a produção de cascos de bateria), ou seja, mais dura e mais resistente.