Super indico: Filme A Menina que Roubava Livros

Tenho visto em blogs que visito listas de indicação de livros, filmes, músicas…

Decidi “copiar”!!!

E agora, toda Sexta-feira teremos indicações de filmes, nem todos serão “cristãos”, mas todos com mensagens que certamente edificam tanto a mente como o Espirito!

A dica de hoje é de um livro que li a muito tempo.

O filme não foge, nem deixa a desejar.

Me apaixonei pela personagem principal que soube dar vida a alguém que só existia em minha cabeça!

Espero que gostem!

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger (Sophie Nélisse) sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo (Geoffrey Rush), ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu (Ben Schnetzer) que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe (Emily Watson) e brinca com a amigo Rudy (Nico Liersch).

Olha o que seu sangue fez!


Uma vez por ano o Sumo sacerdote entrava no lugar santíssimo e através de ofertas de sangue de animais buscando o perdão dos pecados seu e do povo.

Era um perdão externo recebido através de sacrifícios externos.
O coração das pessoas continuavam os mesmos.

Até que um sumo sacerdote, chamado JESUS entrou no lugar santíssimo, não carregando sangue de bodes, mas o seu próprio sangue.

Ele conseguiu pra nós não apenas o perdão dos nossos pecados externos, mas seu sangue nos purificou por dentro.

O nosso sumo sacerdote nos libertou da escravidão dos pecados, e como se isso fosse pouco, consegui pra nós a salvação eterna;
Hebreus 9

My books

Porque e amo livros.


Porque eu amo ler.

As mulheres normais vão ao shopping atrás de vitrines cheias de roupas e sapatos.

Eu vou ao shopping atrás de vitrines cheias de livros.

Ah! Também gosto de um bom sebo.

Quando compro um livro é o mesmo que uma passagem comprada pra um lugar desconhecido, com pessoas e histórias que ainda não conheço.

E se for livros em série, em sinto parte do circulo de amigos, parte da família.

Meu sonho de consumo? Uma livraria semelhante ao “cemitério dos livros esquecidos” – do livro a sombra do vento/ o jogo do anjo…


DIP – A Igreja perseguida –

UGANDA

Uma nova onda de perseguição contra os cristãos
O Bispo Umar Mulinde da Igreja Internacional Vida no Evangelho, um ex-mestre islâmico, foi alvo de um ataque com ácido por extremistas islâmicos depois de se converter ao cristianismo.

Ele disse que por causa do ataque sua visão ficou danificada.


“O problema no olho direito está de alguma forma afetando o esquerdo, o ácido era muito forte, e a cada dia sofro mais com as dores” disse Mulinde. “Os médicos estão pensando em tirar o olho direito para tentar salvar o esquerdo”. 


Os muçulmanos extremistas se opõem não apenas a sua conversão ao cristianismo, mas também a sua oposição declarada às cortes da Sharia (Lei Islâmica) em Uganda, ele disse. 


A cerca de 10 quilômetros de Kampala, um amigo de Mulinde e também pastor Zachariah Sewadda sofreu uma emboscada após um evento evangelístico na cidade predominantemente muçulmana de Mbale. 

Serwadda, que já havia sido atacado por extremistas islâmicos antes, disse que não sabe ao certo quantas pessoas atiraram em seu carro. 

“Eu só ouvi várias vozes e me abaixei quando o para-brisa do meu carro foi quebrado”, disse Serwadda que saiu ileso do ataque. “Pode ser que o ataque contra mim tenha sido feito pelo mesmo grupo que atacou Mulinde. Ao que tudo indica foi o mesmo grupo que após o ataque a Mulinde enviou cartas à Igreja Internacional Vida no Evangelho ameaçando atacar outros pregadores como ele”. 


Serwadda acredita que uma nova onda de perseguição contra os cristãos em Uganda começou. 
Pedidos de oração:
Agradeça ao Senhor por ter preservado a vida dos seus servos nesses ataques.
Ore pela vida de Mulinde, Serwadda e de muitos outros pastores e líderes que correm o risco de morrer por pregarem o Evangelho.

DIP


Domingo Da Igreja Perseguida



Há 26 anos, a Portas Abertas realiza o DIP – Domingo da Igreja Perseguida, evento que tem o objetivo de engajar a Igreja brasileira na causa dos cristãos perseguidos por amar a Jesus.
Em 2013, mais de 5.021 organizadores e igrejas brasileiras se comprometeram a orar e socorrer a Igreja Perseguida, fazendo a diferença.

Em pleno século 21, cerca de 100 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e perseguição religiosa pelo simples fato de seguir a Cristo. Essa intolerância vêm de várias fontes: governo, sociedade e até mesmo da família. Por causa de sua fé, esses irmãos enfrentam encarceramento, agressões físicas e psicológicas, ameaças, perda de emprego ou até a morte.

O Domingo da Igreja Perseguida foi criado em 1987, pelo Irmão André (fundador da Portas Abertas) e tem sido realizado no Brasil desde 1988. A data em si varia de ano a ano, pois é marcada no domingo, logo após Pentecostes. Este critério foi adotado porque o relato bíblico de Atos 4 marca o início da perseguição aos cristãos logo após a descida do Espírito Santo, com a prisão de Pedro e João. Simbolicamente, portanto, podemos dizer que esta foi a “fundação” da Igreja Perseguida. Excepcionalmente neste ano, em virtude da Copa do Mundo, o DIP não acontecerá nesta data simbólica, tendo sido transferido para o dia 25 de maio.
 


Envolva-se! Inscreva sua igreja, seja um organizador do DIP, incentive seu líder e seu pastor a orar pela causa da Igreja Perseguida, divulgá-la e contribuir financeiramente para ela. No dia 25 de maio de 2014, aproveite a liberdade que temos como Igreja brasileira e utilize-a no serviço aos nossos irmãos perseguidos. “Seu amor me tem dado grande alegria e consolação, porque você, irmão, tem reanimado o coração dos santos” (Filemom 1.7b).
  

Abandonado na cruz

Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?

A frase mais conhecida de Jesus quando estava na cruz.

O abandono dói. Traz lágrimas aos olhos e dor ao coração.
A força se esvai e até o mais forte dos homens precisa de amparo.
Amparo que o filho de Deus não teve.
Foi deixado na cruz para morrer sozinho (ou cercado por 2 ladroes).


O Pai que lhe acompanhava desde antes da fundação do mundo agora dá as costas ao seu único filho.
E por quê?

Porque todos os meus pecados, desde o menor ao maior lhe foram lançados na cruz.

A rejeição que sofreu na cruz, o castigo e dor foram pra que hoje eu tivesse a paz que Ele não teve enquanto neste mundo.