366 vezes

A frase:

 NÃO TEMAS

Aparece 366 vezes na Bíblia ( dependendo da versão 365).

Curiosamente esse é o número de dias que tem um ano ( no caso de ser bi-cesto)!!!

Mas sabemos que quando se trata de D”US não há coincidências, mas PROPÓSITOS!!!


Podemos então entender que a cada novo dia, Ele nos diz:

NÃO TEMAS!

Jesus – o pão da vida


Disse-lhes, pois, Jesus:

Na verdade, na verdade vos digo: 

Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o 

verdadeiro pão do céu. 


João 6:32


O pão que outrora saciou a fome de Moises e do povo no deserto não era
o Pão verdadeiro do céu!

Era um pão material e temporal.

O verdadeiro Pão do céu é dado pelo PAI!

Desce do céu e dá vida.

É espiritual e ETERNO.

Mata a fome da alma.

E um detalhe importantíssimo:

QUEM comer deste PÃO jamais voltará a ter
FOME!


Jesus – o esperado


Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão;
e este homem era justo e temente a D’us,
esperando a consolação de Israel; 

Lucas 2:25



A mulher disse-lhe:
Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem;
quando ele vier, nos anunciará tudo. 
João 4:25

E muitos da multidão creram nele, e diziam:
Quando o Cristo vier, fará ainda mais sinais do que os que este tem feito? 
João 7:31

Este achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: 
Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo). 
João 1:41

.
.
.
.


Cada um destes versículos acima deixa claro que o povo aguardava ansiosamente
que ALGO acontecesse.

No AT D’us se revelava ao povo constantemente, mas tal voz cessou.
Havia também a profecia de que o Messias viria.

Quando uma mulher fica grávida a ansiedade é incontrolável.
Antes de Maria conceber Jesus ele já era ESPERADO!









quem Ele é????

Pra alguns Jesus era:

  • Filho bastardo;
  • glutão e beberrão;
  • mentiroso;
  • enganador do povo;
  • possuído por demônios;
  • agitador;
  • blasfemador;

E você, sabe quem foi Jesus???

Nesta semana teremos
POSTS que irão revelar
QUEM JESUS foi afinal!

acompanhe e descubra!

E quem disse que quero encontrar D’us???


É SEMPRE chocante encontrar vida quando pensamos estar sós. 
“Venha ver!”, gritamos, “está vivo”.
 É exatamente nesse ponto que muitos recuam – eu teria feito o mesmo se pudesse – e deixam de buscar o cristianismo.
Acreditar em um “Deus impessoal” – tudo bem.
Em um Deus subjetivo, fonte de toda a beleza, verdade e bondade, que vive na mente das pessoas – melhor ainda.
Em alguma energia gerada pela interação entre as pessoas, em algum poder avassalador que podemos deixar fluir – o ideal.
Mas sentir o próprio Deus, vivo, puxando do outro lado da corda, aproximando-se em uma velocidade infinita, o caçador, rei, marido – é outra coisa.
Há um momento em que as crianças que estão brincando de polícia e ladrão, de repente, ficam quietas e uma sussurra no ouvido da outra:
“Você ouviu aqueles passos no corredor?”

Chega uma hora em que as pessoas que ficam brincando com a religião (“a famosa busca do homem por Deus”), de repente, voltam atrás:
“Já pensou se nós o encontrássemos mesmo?
Não é essa a nossa intenção! E, o pior de tudo, já pensou se ele nos achasse?”

[C. S. Lewis]
– de Miracles [Milagres]