A igreja da modificação corporal

 A igreja da modificação corporal

Você já ouviu falar em Igreja de modificação corporal?
Acredite ou não, essa igreja existe.
Houve até uma garota de 14 anos que foi suspensa da escola porque se recusou a tirar seu piercin pois faze parte de uma Igreja de modificação corporal, em que os seus membros expressam sua fé através de tatuagens, piercings e afins.

(veja o link)
Criada na virada de século por Steve Haworth em Phoenix (Arizona, EUA), esta comunidade afirma em sua doutrina que existe “espiritualidade” no desejo de modificação do corpo humano. “Praticando as técnicas de manipulação e de modificação corporal reforçamos os laços entre mente, corpo e alma, e conseguimos viver nossa espiritualidade como indivíduos completos”, assinala o site da organização.

Precisamente, a mente, o corpo e a alma, representados por três linhas brancas – denominadas “linhas ministeriais” – essas, são as senhas de identificação desta igreja, que seus “padres” trazem tatuadas.

Segundo os últimos dados da Academia Americana de Dermatologia, quase 50% dos americanos tem no corpo alguma tatuagem ou piercing. Isso explica porque estes pastores têm um grande ”rebanho” para o qual transmitir sua fé. A “Igreja da Modificação Corporal” (CoBM, na sigla em inglês) se declara aconfessional, não discrimina fiéis de nenhuma fé ou religião, mas adverte que algumas de suas práticas podem ser contrárias a determinadas crenças.

Será que sou a única a achar isso um absurdo!!!!
LEIA:1 corintios 3:16***Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?

Obs:Postei apenas uma foto porque são horriveis as outras;

Se houver “curiosidade” procurem no google,mas já aviso: são horriveis!!!!!!!!!

Advertisements

2 thoughts on “A igreja da modificação corporal

  1. Vocês, religiosos, pensam que são os donos da verdade.
    Vocês são felizes adorando a Deus?
    Então. Nós somos felizes fazendo arte corporal.

    E cada um segue a sua vida sem cuidar da do próximo.

    Like

  2. Eu acho que cada um tem o direito de fazer o que achar certo. Por isso temos o livre arbítrio. O que pode ser horrível e um absurdo para uns pode ser legal para outros.
    Eu não faria em mim, mas as pessoas mudam. Daqui a alguns anos eu posso querer fazer.
    Respeito quem faz isso e acho interessante
    Sou cristã e não tenho preconceito 😉

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s